top of page
Buscar
  • guilherme0583

Nuvem Privada: 20 termos essenciais que você precisa conhecer


Cada vez mais presente em nossas vidas, a nuvem privada tem demonstrado ser uma tendência consolidada no mercado de Tecnologia da Informação (TI). No entanto, ainda existem muitas dúvidas em relação a essa tecnologia moderna, especialmente no que diz respeito ao seu funcionamento e às terminologias que envolvem a Computação em Nuvem.


A Computação em Nuvem, também conhecida como Cloud Computing, é um recurso que possibilita que empresas ou usuários comuns executem aplicações ou utilizem serviços de diversos tipos de forma remota, via internet, sem a necessidade de tê-los instalados em seus dispositivos locais. As nuvens privadas são criadas exclusivamente para atender a um determinado usuário ou organização, proporcionando total controle sobre seus recursos. Nessa arquitetura, é garantida maior privacidade e segurança, embora o custo tende a ser mais elevado.


A partir dessa definição, já é possível compreender um pouco sobre o funcionamento de um sistema de nuvem privada. Agora, listamos alguns termos técnicos que você provavelmente encontrará ao explorar esse assunto e que podem gerar dúvidas.


Conceitos fundamentais da nuvem privada


Nuvem Privada (Private Cloud): Uma infraestrutura de computação em nuvem dedicada a uma única organização, com recursos isolados para maior controle e segurança.

Virtualização: A tecnologia que permite a criação de máquinas virtuais (VMs) em um ambiente de nuvem privada, otimizando o uso de recursos físicos.

  • Hypervisor: O software que gerencia múltiplas VMs em um servidor físico, garantindo sua segregação e desempenho.

  • VM (Máquina Virtual): Uma instância virtual de um sistema operacional e aplicativos, executada em um ambiente de nuvem privada.

  • Escalabilidade: A capacidade de aumentar ou diminuir recursos de computação conforme necessário em uma nuvem privada.

  • Orquestração: O processo de automatizar a implantação e o gerenciamento de recursos na nuvem privada para maior eficiência.

  • Contêineres: Ambientes isolados que permitem a execução de aplicativos e seus componentes em uma nuvem privada.

  • Rede Definida por Software (SDN): Uma abordagem que virtualiza a rede em uma nuvem privada para maior flexibilidade e gerenciamento simplificado.

  • Armazenamento Definido por Software (SDS): Um método que separa o hardware de armazenamento da camada de software em uma nuvem privada.

  • Segurança Multicamada: O uso de várias camadas de proteção para garantir a segurança de dados em uma nuvem privada.

  • Backup e Recuperação: O processo de cópia e restauração de dados críticos em uma nuvem privada para evitar perda de informações.

  • Migração de Dados: A transferência de dados de um ambiente local para uma nuvem privada ou entre nuvens privadas.

  • Conformidade Regulatória: O cumprimento de regulamentações específicas da indústria ou governo em uma nuvem privada.

  • Latência: O atraso percebido na transferência de dados em uma nuvem privada, importante para aplicações sensíveis à latência.

  • Uptime: A quantidade de tempo que uma nuvem privada está operacional e disponível para uso.

  • Migração Lift-and-Shift: A transferência de aplicativos e dados para uma nuvem privada sem alterações significativas no código.

  • ROI (Retorno sobre o Investimento): A medida do valor obtido a partir dos recursos investidos em uma nuvem privada.

  • Hospedagem Gerenciada: O uso de provedores de nuvem privada para gerenciar a infraestrutura, garantindo alta disponibilidade.

  • Patch de Segurança: Atualizações regulares de software que corrige vulnerabilidades em uma nuvem privada.

  • Criptografia de Dados: A proteção de dados em uma nuvem privada por meio de algoritmos de criptografia para garantir a confidencialidade.


A DataEnv está entre os maiores players do mercado de Cloud Privada e Data Center do Brasil. A sua atuação foi destacada e reconhecida pelo relatório da ISG Provider Lens™ 2023. Segundo o relatório da ISG, a DataEnv atende a esse mercado com uma infraestrutura otimizada, utilizando servidores hiperconvergentes de alta capacidade e confiabilidade e ferramentas de ponta para backup, recuperação e segurança, como Veeam e Fortinet.



17 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page